Mini Curso

Mini Curso de Pós-Graduação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia.

ECONOMIA DO COMPARTILHAMENTO: ENTRE O CAPITALISMO BASEADO NA MULTIDÃO, O COMUNISMO DO CAPITAL E AS INSTITUIÇÕES DO COMUM

De 1 de Novembro a 20 de Dezembro às terças-feiras de 14:00 às 18h, no IBICT-RJ (Rua Lauro Müller 455 – 5º Andar, Rio de Janeiro.

Serão disponibilizados certificados para os que frequentarem no mínimo 75% das aulas.
Inscrições limitadas de acordo com a disponibilidade do tamanho da sala de aula.

Professor Responsável: Giuseppe Cocco
Coordenação Executiva: Bruno Tarin

PARA INSCRIÇÕES PREENCHER O FORMULÁRIO NESSE LINK:

https://goo.gl/forms/H1kOGie8Qr5OShJ02


EMENTA:

O curso se propõe aprofundar as reflexões sobre o capitalismo e as lutas contemporâneas através da análise de uma das tendências das formas atuais de produção: a economia do compartilhamento (sharing economy). Para tal, o curso se utilizará das ferramentas teóricas do marxismo heterodoxo contemporâneo, principalmente aquele identificado como pós-operaísta, e terá como fio condutor debates acerca das novas dinâmicas do trabalho e o compartilhamento em rede. Se por um lado, pode-se reconhecer, nessa tendência, aspectos de sujeição e exploração associados com práticas de controle numa tentativa de redução da vida a economia. Por outro, abordaremos as feições de autonomia e liberdade presentes também nesse modo de produção, nesse sentido, a “nova economia” não resulta em uma disjunção entre atividade e valor, mas, ao contrário, nesses casos o compartilhamento é ao mesmo tempo motor e resultado da produção do comum. Nossa aposta é que a economia do compartilhamento vem operando como um ponto de atração num campo magnético, se impondo e modificando outros modos de produção. Isto não quer dizer que o compartilhamento seja algo novo, somente significa que o compartilhamento através das redes de informação e comunicação assume, hoje, uma forma difusa e geral que vem rapidamente redefinindo a nossa maneira de existir e de cooperarmos – material e imaterialmente.

O foco do curso será para estudantes de pós-graduação em ciências da informação, sociais e sociais aplicadas mas será aberto também para graduados em qualquer área interessados na economia do compartilhamento.

PROGRAMA:

1. Apresentação do Curso – Passagens no Regime de Acumulação: Redes e Capitalismo – Giuseppe Cocco (IBICT) e Bruno Tarin (ECO) – Terça 1 de Novembro

2. Entre a Inclusão e a Exclusão: A Brasilianização do Mundo – Giuseppe Cocco (IBICT) – terça 08 de Novembro

3. Perspectivas sobre o Comum e sua Mercantilização – Miguel Said (UFABC) – terça 22 de Novembro

4. Ciência Compartilhada, Ciência Aberta e Ciência Comum – Sarita Albagli (IBICT) – terça 29 de Novembro

5. Cartografando as Máquinas de Compartilhamento em Rede – Software Livre, Cultura Livre e Sharing Economy – Bruno Tarin (ECO) – Terça 6 de Dezembro

6. Uma Nova Composição de Classe – Crowd versus Multitude – Giuseppe Cocco (IBICT) e Bruno Tarin (ECO) – Terça 13 de Dezembro

7. Capitalismo Baseado na Multidão, Comunismo do Capital e Instituições do Comum – A Sharing Economy em perspectiva – Giuseppe Cocco (IBICT) e Bruno Tarin (ECO) – Terça 20 de Dezembro.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA POR AULA:

1. ARRIGHI, G. Século Marxista, Século Americano. In A Ilusão do Desenvolvimento. Petrópolis, Vozes. 1998.

PASQUINELLI, M. (Org.) Gli algoritmi del capitale. Accelerazionismo, macchine della conoscenza e autonomia del comune. Verona: Ombrecorte, 2014.

2. COCCO, G. KorpoBraz. Mauad Editora, 2014.

3. MCGINNIS, M. Updated Guide to IAD and the Language of the Ostrom Workshop: A Simplified Overview of a Complex Framework for the Analysis of Institutions and their Development, 16 jun. 2016. Disponível em: <http://php.indiana.edu/~mcginnis/iad_guide.pdf>.

OSTROM, E. Governing the Commons: The Evolution of Institutions for Collective Action. Cambridge: Cambridge University Press, 1990. (The Political economy of institutions and decisions).
VIEIRA, Miguel Said. “Crowdfunding: financiando o bem comum”. Com Ciência, n. 174, 10 dez. 2015. Disponível em: <http://www.comciencia.br/comciencia/handler.php?section=8&edicao=119&id=1444>.

VIEIRA, M. Os bens comuns intelectuais e a mercantilização. 2014. 365 f. Tese de doutorado – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-01102014-104738/>.

ZANATTA, R. “Institutional Analyzes of the Commons: Three Schools and Their Differences”. In: 2ND EMES-POLANYI INTERNATIONAL SEMINAR, 19 maio 2016, Paris. Disponível em:<http://papers.ssrn.com/abstract=2787952>.

4. ALBAGLI, S.; MACIEL, M.L.; ABDO, A.H.(Org.) Ciência aberta, questões abertas. Brasília: Ibict; Rio de Janeiro: Unirio, 2015. Disponível em: http://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/1060/1/Ciencia%20aberta_questoes%20abertas_PORTUGUES_DIGITAL%20(5).pdf

ALBAGLI, S.; MACIEL, M.L. Informação, conhecimento e democracia. In: COCCO, G.; ALBAGLI, S. (Org.). Revolução 2.0 e a crise do capitalismo global. Rio de Janeiro: Garamond, 2012. p. 40-58. Disponível em (R$ 9,90): http://www.travessa.com.br/ebook-revolucao-2-0/eBook/99491433-b5ec-4a33-b824-a2956e25f3b4

ALBAGLI, S. A questão do outro: do território ao digital. In: GÓMEZ, M.N.G.; LIMA, C.R.M. (Org.). Informação e democracia: a reflexão contemporânea da ética e da política. Brasília: Ibict, 2011. p. 107-124. Disponível em: http://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/429/1/Informa%C3%A7%C3%A3o%20e%20Democracia.pdf

5. AMADEU, S. Software livre: a luta pela liberdade do conhecimento. São Paulo: editora Fundação Perseu Abramo, 2004.

PASQUINELLI, M. A ideologia da cultura livre e a gramática da sabotagem. In BELISARIO, A. TARIN, B (Orgs.). Copyfight: pirataria e cultura livre. Rio de Janeiro: Azougue, 2012.

SLEE, T. What’s Yours Is Mine: Against the Sharing Economy. OR Books, 2016.

6. HOWE, JEFF. The Rise of Crowdsourcing.

NEGRI, A. Cinco lições sobre Império. Rio de Janeiro, DP&A, 2003.

7. ROGGERO, G. A autonomia do saber vivo: relação e ruptura entre instituições do comum e comunismo do capital. In: COCCO, G; ALBAGLI, S. (Org.) Revolução 2.0: e a crise do capitalismo global. Rio de Janeiro: Garamond, 2012.

SUNDARARAJAN. A. The Sharing Economy: The End of Employment and the Rise of Crowd-Based Capitalism. Mit Press, 2016.

VIRNO, P. Gramática da Multidão: para uma análise das formas de vida contemporâneas. 2003.

Leave a Reply

Your email address will not be published.